Tenho uma tendinite no ombro! E agora?

A tendinite define-se como a inflamação de um tendão, sendo que a tendinite do supra espinhoso é a mais frequente no ombro. No entando, qualquer um dos tendões que forma a coifa dos rotadores – conjunto de músculos que envolvem a articulação do ombro – pode ser afetado por este quadro inflamatório. 

“As causas mais comuns da tendinite do ombro são o esforço intenso e repetitivo com o braço ou permanecer por longos períodos de tempo numa má postura.”

Além disso, o tendão pode ficar inflamado devido ao uso excessivo do computador, cmo também com à prática de exercício físico de forma inadequada ou demasiado intensiva, ou manuseamento incorreto de objetos pesados com os braços.

tendinite ombro
  • Dor em determinados movimentos (como desapertar o soutien, ou colocar o cinto de segurança ou até vestir o casaco, por exemplo)
  • Dor localizada intensa que pode surgir de repente e que tende a agravar-se à noite;
  • Dificuldade ao levantar o braço acima do nível dos ombros;
  • Sensação de que a dor se espalha pelo braço;
  • Sensação de formigueiro ou dormência no ombro e/ou braço;
  • Redução da força muscular;
  • Limitação na realização de certos movimentos.

Sara Pacheco

  • Osteopata pela Escuela de Osteopatía de Madrid
  • Licenciada em Fisioterapia pela Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria

Como é feito o diagnóstico e tratamento da tendinite do ombro?

O diagnóstico da tendinite do ombro deve ser feito pelo ortopedista, fisiatra ou fisioterapeuta, através da avaliação dos sintomas apresentados pelo paciente e da realização de exames complementares de diagnóstico.

O tratamento recomendado varia de acordo com a fase da tendinite e sintomas apresentados, podendo ser indicado o uso de medicação, realização de fisioterapia ou cirurgia, nos casos mais graves.

tendinite ombro
“A fisioterapia tem como objetivo de tratamento, diminuir a dor e a inflamação, mas, sobretudo, recuperar o equilíbrio entre os vários grupos musculares, de forma a restaurar a correta mobilidade do ombro, ajudando a aliviar os sintomas.

Para tal, o fisioterapeuta pode recorrer à aplicação de agentes térmicos e à eletroterapia. A utilização de técnicas manuais, como mobilização articular, manipulação, técnicas miofasciais e exercícios de fortalecimento também é bastante comum.

Se suspeita que pode estar com uma tendinite no ombro, ou se tem mais alguma dúvida, não espere mais!
Contacte as nossas clínicas e teremos todo o gosto em ajudar!